sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

Defesa Civil encontra cinco novos pontos de alagamentos em Macapá

Pontos surgiram após forte chuva durante dois dias na capital.
Ao todo, Macapá possui 30 locais críticos de alagamentos.

Av. Goytacazes é um dos pontos de alagamentos de Macapá
  Ao menos cinco novos pontos de alagamentos considerados críticos em Macapá foram catalogados pela Defesa Civil Municipal. Eles foram verificados após a cidade passar toda a quinta-feira (20) e manhã de sexta-feira (21) sob forte chuva. Ao todo, segundo o órgão, Macapá possui mapeados 600 pontos de alagamentos. Desses, 30 são considerados críticos.
"Recebemos vários chamados durante a madrugada desta sexta-feira sobre esses locais com alagamentos. Agora estamos catalogando esses novos pontos para ter maior controle sobre eles e procurar uma solução", informou o coordenador da Defesa Civil Municipal, Maikon Kirley.
Motoqueiros se arriscaram na Rua Santos Dumont, outro ponto de alagamento (Foto: Abinoan Santiago/G1) 
Motoqueiros se arriscaram na Rua Santos Dumont, outro ponto de alagamento 

Dois pontos catalogados existem na Rua Santos Dumont e Av. Goytacazes, no bairro Muca, Zona Sul. Os moradores do local até chegaram a interditar as vias em protesto aos alagamentos no bairro.
Dona de casa Jucilene Moura cobrou mais atenção do poder público (Foto: Abinoan Santiago/G1) 
Dona de casa Jucilene Moura cobrou mais atenção
do poder público 

A dona de casa Jucilene, de 47 anos, cobrou mais atenção do poder púbico ao moradores da Av. Santos Dumont. "Quando chove a nossa casa fica no fundo. Esse é o primeiro ano que acontece isso e não temos para onde ir porque sempre moramos nesta rua. Acredito que o poder público deve fazer um serviço para evitar esse tipo de prejuízo aos moradores".
O mecânico Juarez Coelho, de 42 anos, mora na Av. Goytacazes e também enfrenta alagamentos. O quintal da oficina dele, por exemplo, ficou inundado. "Eu já não sei mais o que fazer. Tentamos fazer um caminho para a água ser escoada, mas não deu muito certo. Agora é torcer para chegar o verão", comentou.
Avenida Timbiras foi outro ponto de alagamento em Macapá (Foto: Abinoan Santiago/G1) 
Av. Timbiras foi outro ponto de alagamento em Macapá 

Moradores da Av. Timbiras, no Buritizal, também estão enfrentando constantes alagamentos. Segundo o autônomo Kenedy Filho, de 24 anos, o problema é recente no perímetro. "Antes não era assim. Agora, temos que nos virar para saber lidar com isso enquanto os governantes tomam uma iniciativa", frisou.
Outro ponto de alagamento se formou na Rodovia JK, na Zona Sul de Macapá. Apesar de não ter nenhuma residência próximo no local, o alagamento contrastou com o ponto turístico Monumento Marco Zero do Equador, um dos cartões postais da capital amapaense.
Ponto de alagamento também se formou perto do Monumento Marco Zero em Macapá (Foto: Abinoan Santiago/G1) 
Ponto de alagamento também se formou perto do Monumento Marco Zero, em Macapá
 
G1 AMAPÁ

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Governo federal libera R$ 600 milhões para auxiliar municípios em questões emergenciais

O governo federal liberou R$ 600 milhões para as mais de 5,5 mil cidades que recebem o Fundo de Participação dos Municípios (FPM). O prin...