quarta-feira, 30 de março de 2016

Prefeito Genival Gemaque é condenado à prisão

O Pleno do Tribunal de Justiça do Amapá condenou nesta quarta-feira, 30, o prefeito de Pedra Branca do Amapari (PP) a dois anos de prisão em regime aberto por fraude na contratação de uma empresa de limpeza.

Foi a segunda condenação por corrupção em menor de um ano. Na primeira, em 2015, a Justiça considerou que o prefeito cometeu crime ao atestar a realização de obras que não haviam sido executadas. 

VÍDEO: MORADOR PEDE INVERTIGAÇÃO NOS RECURSOS DO PDDE


                        
Morador da comunidade Seguidores de Cristo no rio Majari, pede que o
vereador Alcibenis Torres "Pacu" (PSL), abra
Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI)
para investigar supostos desvios de recursos do Programa Dinheiro
Direto na Escola (PDDE), do governo federal. na sessão realizada no dia
21/03 na câmara de vereadores de Porto de Moz, na região Oeste do Pará,
Pacu que pertence a base aliada do atual prefeito Edilson Cardoso
(PSDB), disse que iria denunciar o secretário de educação por supostos
desvios de dinheiro do PDDE. 

Em um vídeo gravado e postado nas redes sociais, Alcibenis diz: "Eu estou levantando mais provas para
entrar junto ao ministério público. Eu vou precisar da assessoria
jurídica desta casa, porque eu vou formalizar uma denúncia contra o
secretário de educação de Porto de Moz Sr. Eliakim Souto Pires. O que eu
tenho são provas consistentes, provas que envolve familiares dele,
empresas ligadas a ele" afirmou o vereador.
  

Segundo o morador, vai fazer quatro anos que esse recurso não vem, ele
também reclama da falta de merenda para os alunos que frequentam a
escola e diz que as serventes fora dispensadas pela gestão do prefeito
Edilson Cardoso, indignado pede que isso seja investigado.

Polícia Militar recupera duas motos roubadas

JUSTIÇA DETERMINA QUE GEA PAGUE SÁLARIOS SEM PARCELAMENTO

O juiz João Guilherme Lages, convocado para o Tribunal de Justiça do Amapá (Tjap), julgando mandado de segurança preventivo, com pedido de liminar, impetrado pelo Sindicato dos Fisioterapeutas e Terapeutas Ocupacionais do Estado do Amapá, determinou ao governador Waldez Góes que se abstenha de parcelar a remuneração mensal dos servidores da categoria, assegurando-lhes o recebimento de sua remuneração na forma definida na Constituição estadual. 

O não cumprimento da decisão implicará em multa cominatória de R$ 5 mil ao dia de descumprimento do preceito mandamental, sem prejuízo da prestação, no prazo legal, das devidas informações. A decisão de João Lages saiu nesta quarta-feira (30/3). 

No mandado de segurança, o sindicato argumenta o caráter alimentar dos rendimentos mensais e enfatiza a ilegalidade de parcelamento por se revestir de afronta ao disposto no artigo 64, da Constituição Estadual, bem como aos artigos 37, caput e XV, 100, parágrafo 1º-A, 150, IV da Constituição Federal. 

sexta-feira, 25 de março de 2016

ADOLESCENTE DE 16 E UM JOVEM DE 19 ANOS FORAM MORTOS A TIROS EM SANTANA

Fotos: Fábio Hage
OS DOIS HOMICÍDIOS ACONTECERAM NA MADRUGADA DESTA SEXTA-FEIRA (25), POR VOLTA DE 02H00. UMA DAS VÍTIMAS FOI ALVEJADA NA ÁREA PORTUÁRIA E A OUTRA NO BAIRRO PARAÍSO EM SANTANA.

DE ACORDO COM INFORMAÇÕES VIA CIODES PELO OFICIAL DE ÁREA DO 4º BATALHÃO DE POLÍCIA MILITAR (BPM) DE SANTANA, OS SUSPEITOS ESTARIAM EM UM VEÍCULO GOL, DE COR PRATA, APROXIMARAM-SE DA VÍTIMA, FÁBIO CARDOSO LUCAS, 19 ANOS, E EFETUARAM 05 DISPAROS DE ARMA DE FOGO, CAUSANDO A MORTE DA VITIMA NO LOCAL.

APÓS TEREM PRATICADOS HOMICÍDIO NA ÁREA PORTUÁRIA, EFETUARAM DISPAROS DE ARMA DE FOGO CONTRA O MENOR ELIAN DA SILVA PAIXÃO, 16 ANOS, NO BAIRRO PARAÍSO EM SANTANA, CAUSANDO TAMBÉM A MORTE DA VÍTIMA NO LOCAL. OS SUPOSTOS INFRATORES NÃO FORAM LOCALIZADOS. NÃO FOI INFORMADO A MOTIVAÇÃO DO CRIME.

Com informações: 4° Batalhão de polícia militar/Santana

sexta-feira, 4 de março de 2016

EMPRESÁRIO É MORTO A TIROS DENTRO DA PRÓPRIA LOJA EM ALTAMIRA

O empresário José Fernando Teixeira, 34 anos, foi morto a tiros, no início da tarde desta quinta-feira (3), no bairro Brasília, em Altamira, no oeste do Pará. Ele foi atingido na cabeça enquanto estava na oficina de motos que funciona na loja de peças dele. A vítima deixa esposa e três filhos.

Segundo testemunhas, dois homens que estavam de capacete chegaram de moto e dispararam três vezes contra o empresário que estaria sozinho. Os suspeitos fugiram.

O trânsito precisou ser interrompido, a área foi isolada. A Polícia Civil começou as investigações e tenta identificar os executores a partir de testemunhas. A principal hipótese é de um crime por encomenda.

A PC confirmou ainda que a vítima teria sido ameaçada de morte recentemente, após publicar um comentário em uma rede social sobre o assassinato de um rapaz na Região Metropolitana de Belém, durante a tentativa de dar fuga a presos em uma penitenciária de Santa Izabel do Pará. O rapaz era de Altamira.

Fonte: G1 Pará

Ação odontológica avalia cerca de 100 pacientes em Santana.

O Centro de Especialidades Odontológicas do Amapá (CEO) realizou cerca de 100 atendimentos de avaliação odontológica.  A ação que atendeu ...