sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

Doença pulmonar crônica mata mais de 100 por dia no Brasil

Segundo o Ministério da Saúde, existem hoje cerca de 5 milhões de pacientes da doença

Causada especialmente pelo tabagismo e pela poluição, a Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) é um problema grave que tem feito cada vez mais vítimas no Brasil. Segundo dados do Ministério da Saúde, existem atualmente cerca de cinco milhões pacientes; e a doença é a quinta maior causa de internação no SUS nos últimos dez anos, entre os maiores de 40 anos.
 
As mortes por DPOC no país chegam a mais de 40 mil anualmente. Em todo o mundo, a doença mata uma pessoa a cada dez segundos, o que a fará ocupar a terceira colocação entre as principais causas de morte em 2030.

Uma pesquisa feita em oito países, incluindo o Brasil, revelou que 63% dos pacientes afirmam que os sintomas da DPOC pela manhã prejudicam seu dia de trabalho. No Brasil, a situação é ainda mais crônica: 80% sofrem com problema em horários matutinos. O estudo foi realizado com 800 pessoas que sofrem com os sintomas da doença.


Ainda no Brasil, 70% dos entrevistados relataram ter um impacto direto no deslocamento para o trabalho, levando mais tempo; 69% disseram ter mudado a sua rotina matinal devido aos sintomas da DPOC - no total dos países a média foi de 49% -; e 74% reportaram que os sintomas da manhã impactam também o resto do seu dia - nos demais países a média chegou a 54%.


Dentre os pacientes brasileiros pesquisados, 76% tinham de 30 a 44 anos, maior porcentagem de pacientes jovens comparado aos demais países. Os brasileiros também foram a maior parcela de pessoas com DPOC trabalhando, com 71% em trabalho integral.

Além do Brasil, a pesquisa realizou entrevistas no Reino Unido, Alemanha, França, China, Canadá, Japão e Espanha, envolvendo 811 pacientes com DPOC com idades entre 30 e 70 anos, com o objetivo de avaliar o real impacto dos sintomas durante a manhã. O trabalho foi realizado pela empresa global de consultoria em saúde Kantar health.

Do O Globo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Governo federal libera R$ 600 milhões para auxiliar municípios em questões emergenciais

O governo federal liberou R$ 600 milhões para as mais de 5,5 mil cidades que recebem o Fundo de Participação dos Municípios (FPM). O prin...