domingo, 9 de fevereiro de 2014

Garota sobrevive a 16 facadas, após estupro

policia4-1 casa
A menor L.C.S., de 13 anos, foi violentada sexualmente e após levou 16 facadas pelo corpo. O caso aconteceu no bairro Pacoval, ontem de madrugada.
O autor da crueldade, segundo a vítima, é um elemento de apelido “Índio”, que até o começo da noite de ontem ainda não tinha sido preso pela polícia.
A avó da menina, senhora Antônia Carvalho, de 48 anos, moradora da avenida Maranhão, no Pacoval, disse que a neta saíra de casa por volta das 19h de quinta-feira em companhia de três adolescentes, todas mulheres, dizendo que iria à casa de outras colegas na avenida Piauí, no mesmo bairro.
Ao chegar a madrugada de sexta-feira, dona Antônia começou a ficar preocupada com a ausência da menina. Pela manhã foi que a família soube que a adolescente tinha sido socorrida por um casal, quando se arrastava pela avenida Piauí, e levada para o Hospital de Emergência em estado grave.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ação odontológica avalia cerca de 100 pacientes em Santana.

O Centro de Especialidades Odontológicas do Amapá (CEO) realizou cerca de 100 atendimentos de avaliação odontológica.  A ação que atendeu ...