terça-feira, 9 de junho de 2015

POLÍCIA CÍVIL INVERTIGA ADUTERAÇÃO DE NOTAS EM ESCOLA PÚBLICA DE SANTANA-AP

Resultado de imagem para imagens escola estadual augusto antunes em santana Uma investigação da Polícia Civil do Amapá apura o envolvimento de um servidor público e de um ex-aluno em um esquema que adulterava o boletim eletrônico de notas da Escola Estadual Augusto Antunes, no município de Santana, distante 17 quilômetros de Macapá. Pelo menos 26 alunos teriam pago para terem as médias alteradas e passarem de ano, informou Luiza Maia, titular da 2º Delegacia de Polícia da cidade.

O esquema teria acontecido entre os meses de dezembro de 2014 e janeiro de 2015, mas só foi percebido em abril pela direção da escola que desconfiou das notas. O servidor teria usado uma senha de acesso exclusiva de secretários e diretores, para alterar as notas no sistema da Secretaria de Estado da Educação (Seed).

A delegada informou que vai ouvir os 26 alunos envolvidos até o final dessa semana para apurar como aconteceu o esquema, e quanto o funcionário recebia para adulterar as notas.

"Para o momento, para salvaguardar as investigações, nós não podemos falar nomes. Há sim duas pessoas, um ex-aluno e um servidor ligado à educação, que atua como secretário em outra escola. Tudo indica que ele fez isso no local de trabalho dele", detalha Luiza, que não informou os crimes a que eles podem responder.

 
Delegada Luiza Maia. Titula da 2ª delegacia de crimes contra o patrimônio


Os 26 alunos envolvidos teriam ficado em pelo menos uma disciplina no ano anterior, sendo que vários deles estariam cursando o ensino superior atualmente e alguns se transferiram para outras escolas.

A Secretaria de Estado da Educação (Seed) informou que vai abrir uma sindicância para apurar a participação do funcionário público no caso, e levantar se casos semelhantes possam ter ocorrido em outras escolas.

do G1 Amapá

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Moradores da Avenida 15 de Novembro no bairro do Paraíso sofrem com alagamentos constantes

Por Iran Froes Moradores da Avenida 15 de novembro, no bairro Paraíso, no perímetro das ruas Osvaldo Cruz e Padre Vitório Ga...