terça-feira, 9 de junho de 2015

POLÍCIA CÍVIL INVERTIGA ADUTERAÇÃO DE NOTAS EM ESCOLA PÚBLICA DE SANTANA-AP

Resultado de imagem para imagens escola estadual augusto antunes em santana Uma investigação da Polícia Civil do Amapá apura o envolvimento de um servidor público e de um ex-aluno em um esquema que adulterava o boletim eletrônico de notas da Escola Estadual Augusto Antunes, no município de Santana, distante 17 quilômetros de Macapá. Pelo menos 26 alunos teriam pago para terem as médias alteradas e passarem de ano, informou Luiza Maia, titular da 2º Delegacia de Polícia da cidade.

O esquema teria acontecido entre os meses de dezembro de 2014 e janeiro de 2015, mas só foi percebido em abril pela direção da escola que desconfiou das notas. O servidor teria usado uma senha de acesso exclusiva de secretários e diretores, para alterar as notas no sistema da Secretaria de Estado da Educação (Seed).

A delegada informou que vai ouvir os 26 alunos envolvidos até o final dessa semana para apurar como aconteceu o esquema, e quanto o funcionário recebia para adulterar as notas.

"Para o momento, para salvaguardar as investigações, nós não podemos falar nomes. Há sim duas pessoas, um ex-aluno e um servidor ligado à educação, que atua como secretário em outra escola. Tudo indica que ele fez isso no local de trabalho dele", detalha Luiza, que não informou os crimes a que eles podem responder.

 
Delegada Luiza Maia. Titula da 2ª delegacia de crimes contra o patrimônio


Os 26 alunos envolvidos teriam ficado em pelo menos uma disciplina no ano anterior, sendo que vários deles estariam cursando o ensino superior atualmente e alguns se transferiram para outras escolas.

A Secretaria de Estado da Educação (Seed) informou que vai abrir uma sindicância para apurar a participação do funcionário público no caso, e levantar se casos semelhantes possam ter ocorrido em outras escolas.

do G1 Amapá

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Governo federal libera R$ 600 milhões para auxiliar municípios em questões emergenciais

O governo federal liberou R$ 600 milhões para as mais de 5,5 mil cidades que recebem o Fundo de Participação dos Municípios (FPM). O prin...