quarta-feira, 17 de junho de 2015

Fórum das Cidades reúne com prefeitos para discutir o desenvolvimento econômico do Amapá

O Governo do Estado do Amapá promove nesta quinta-feira, 18, o Fórum das Cidades - Estado e Prefeituras Juntos para Cuidar das Pessoas. A programação acontecerá das 10h às 18h no espaço da Mont'Blanc Recepções.

O objetivo é estabelecer uma agenda permanente com as administrações municipais para planejar e pôr em prática programas e ações alinhadas com o governo com foco principal no desenvolvimento econômico.

"Na minha primeira gestão criei o Fórum, que tinha caráter permanente e onde cuidávamos das agendas de interesse das gestões municipais, em especial aquelas com mais potencial para alavancar o desenvolvimento social e econômico do Amapá como um todo. Agora estamos retomando este projeto", explica o governador.

Além do governador Waldez Góes, vice-governador Papaléo Paes e chefes de Executivos municipais, o encontro reunirá vereadores, gestores, coordenadores do PPA e representantes dos Poderes.

O secretário de Estado de Planejamento (Seplan), Antônio Teles Junior, ministrará a palestra "Cenários Econômicos do Amapá". Além dele, o superintendente do Sebrae Amapá, João Carlos Alvarenga, abordará o tema "Apresentação do Projeto Prefeito Empreendedor", e o pró-reitor de Extensão e Ações Comunitárias da Universidade Federal do Amapá, professor Rafael Pontes, fará a "Apresentação do Projeto Unifap Itinerante".

PPA
O evento também encerra o primeiro ciclo da construção do Plano Plurianual (PPA) Interativo 2016/2019. Desta forma, abrirá um debate com os 16 prefeitos do Estado. A proposta é discutir e validar as demandas elencadas no PPA 2012/2015 ainda não executadas e já enviadas previamente aos municípios.

O novo PPA realizou a formatação de levantamento dos municípios, coletadas na Seplan. Essas informações foram preparadas atendendo os cinco eixos estratégicos e também serão apresentadas durante o Fórum.

O evento desta quinta-feira finaliza a escolha das diretrizes e diagnóstico do ciclo de planejamento. Durante esse período, foi realizado o desdobramento técnico da proposta de governo registrado no TRE.

No diagnóstico interativo também foi realizado levantamento das informações, condições de recursos e situações que norteiam diversos aspectos de interesse das funções do Estado. Todo esse material servirá de balizamento à elaboração dos programas e projetos do PPA.

Técnicos das Assessoria de Desenvolvimento Institucional (Adins) já iniciaram a próxima fase do planejamento e construção do PPA, com treinamento para redução de planos e ações do novo modelo, que entrará em vigor em 2016.

O Plano Plurianual possui atualmente 12 eixos, 124 programas e quase 500 ações. A proposta é diminuí-lo, reduzindo a superposição de ações, desperdício de material, dinheiro, pessoal, sem deixar de atender qualitativamente e quantitativamente, aproximando os serviços públicos ao cidadão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Moradores da Avenida 15 de Novembro no bairro do Paraíso sofrem com alagamentos constantes

Por Iran Froes Moradores da Avenida 15 de novembro, no bairro Paraíso, no perímetro das ruas Osvaldo Cruz e Padre Vitório Ga...