quinta-feira, 14 de setembro de 2017

Alunos protestam pedindo melhorias para Escola Ribamar Pestana

Com goteiras no teto de várias salas de aula, forro deteriorado, telhas quebradas, além disso, portas e janelas inutilizáveis por causa da falta de manutenção. 

Esses são apenas alguns dos inúmeros problemas que podem ser visivelmente notados na área interna e externa da Escola Estadual José Ribamar Pestana, localizada no bairro Nova Brasília II, em Santana, distante 17 quilômetro de Macapá. 

Construída há mais de duas décadas, a Escola chegou a ser uma das maiores referencias na área de ensino do município de Santana, vindo a ter uma clientela de mais de 1.200 alunos lotados. 

“Vivemos hoje uma outra realidade, não temos condições de manter qualquer aula nas salas que possuem infiltrações e rachaduras”, reclamou uma das professoras. 
Deterioração das telhas da escola é visível
A situação chega a ser tão crítica que é notada ainda na entrada da escola, onde as telhas e forros estão deteriorados outros danificados com a ação do tempo, aguardando por uma imediata reforma no colégio todo, que abriga quatro blocos com salas de aula, além da área de recreação e quadra de esportes. 

“Já tem mais de 15 anos que não se faz uma reforma nessa escola e os mais prejudicados estão sendo somente os alunos”, lamentou a estudante Jéssica Rodrigues, de 17 anos.
Os alunos percorreram ruas com os cartazes
A estudante foi uma das dezenas de alunas da escola que, na tarde da última terça-feira (12), cansaram de esperar por inúmeros pedidos já feitos à diretoria e decidirem realizar um ato de protesto em frente à escola.

Com vários cartazes, os alunos pedem uma solução emergencial para a situação da escola, que atualmente mantém cerca de 900 estudantes que usam as péssimas condições (físicas e sanitárias) da instituição para buscarem um entendimento pedagógico das aulas.

“Infelizmente não temos outra escolha para ficarmos e assistirmos as aulas”, disse a estudante Mariana Sanches.

Procurada, a Secretaria de Estado da Educação (Seed) apenas informou que ainda não uma previsão para o início das reformas da referida escola, mas que estuda possibilidades de priorizar a sua reforma o quanto antes.

Com informações: Blog Santana do Amapá

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Moradores da Avenida 15 de Novembro no bairro do Paraíso sofrem com alagamentos constantes

Por Iran Froes Moradores da Avenida 15 de novembro, no bairro Paraíso, no perímetro das ruas Osvaldo Cruz e Padre Vitório Ga...